Florença, Bolonha, Siena e Cortona

Após Roma, pegamos um trem para Florença (sempre compramos antecipadamente, já aqui do Brasil, todos os trens). Florença eu já conhecia (a lua de mel foi lá). Uma cidade que tem minha história e meu coração. Não me importo em voltar novamente para onde já fui, até gosto.Tem que valer a pena, claro! E a Toscana, com toda certeza, vale!

Desta vez, alugamos um apartamento no airbnb. Como estávamos em 6 pessoas, precisava atender as nossas necessidades. E foi ótimo! O apartamento era grande, com três quartos, dois banheiros e um lavabo. Tinha um item essencial para viagens longas: lavadora e secadora de roupas. Foi nossa primeira experiência assim e pretendo repetir mais vezes, pois não poderia ter sido melhor.

Como Florença respira arte e eu já havia estado lá uma vez, sabia o quão necessário é entender a história. Para isso, contatamos uma guia brasileira, a Cris – @guiadeFlorença – que ficou cerca de 4 horas conosco, passeando pelo centrinho e nos ensinando a ver as ruas e prédios com outros olhos. Foi uma experiência incrível que eu não só indico como pretendo ter em outras cidades.

Com ingressos já comprados antecipadamente, o segundo dia ficou para visitar a Duomo, Batistério, Palazzo Pitti e Giardino de Boboli (ingressos antecipados para evitar filas). Passeamos bastante pelo centrinho, fomos até a ponte Vecchio e visitamos a Farmácia mais Antiga do mundo, que, com certeza, vale uma visita!

No sábado, terceiro dia, a agenda só tinha um compromisso: ver o Davi de Michelangelo (que me emociona muito!). Caminhamos mais ainda (é maravilhoso se perder pelas ruas de Florença) e chegamos, sem querer, em um restaurante: a Osteria Cipolla Rossa. Lá, cada um pediu um prato diferente e todos gostaram muito de suas escolhas! Se você for visitar Florença NÃO DEIXE DE IR NESTE RESTAURANTE. É um dos melhores!

Um pôr do sol na Piazzale Michelangelo é um dos itens obrigatórios desta viagem. Chegue mais cedo para garantir seu lugar. Não tenha pressa. Veja Florença de dia e de noite: ela é linda de qualquer jeito.

Após sairmos de lá fomos caminhando até o Mercado Público. Cheio e barulhento (como todo lugar assim deve ser) oferece comida italiana de qualidade para todos os gostos e bolsos.

O dia seguinte foi um bate-volta para Bolonha. Lá tem o maior Eataly do mundo e essa visita era o principal objetivo da viagem. É uma experiência. Lá, é possível ver como eles fabricam queijos, massas, panetones, chocolates, balas e muito mais! Encontra-se produtos de qualidade para compra e diferentes restaurantes.

Para chegar até lá, pegamos um ônibus bem pertinho da estação central. Sai pontualmente a cada hora e a viagem é de 25 minutos, aproximadamente. É só pedir informações para ir ao FICO (Eataly de Bolonha) que é fácil encontrar.

Em Bolonha, pertinho da torre torta, encontramos aquela gelateria maravilhosa de Roma: Il Gelato San Crispino. E repetimos o sorvete de pêssego e merengue. Não tem como!

Quatro dias por Florença e já estava na hora de descermos um pouco.

Alugamos um carro (a nossa agência nos ajudou nisto) e fomos em direção à Siena para um almoço. Chovia muito e não pudemos aproveitar o quanto gostaríamos, mas a cidade é maravilhosa e vale uma visita.

O destino final era Cortona para termos 2 dias de descanso. O Relaix Chateaux Il Falconiere estava na lista de desejos. Já havíamos visitado na lua de mel e queríamos repetir a experiência: um local de silêncio, beleza e relaxamento. Vale cada centavo!

Visitamos os parreirais de uva, a Bottega Baracchi e aproveitamos bastante o spa.

Na primeira noite já jantamos no hotel. A chef – Silvia Barachchi – é estrela Michelin e oferece uma experiência inesquecível. Tem que fazer reserva e você não precisa estar hospedado no hotel para ir jantar.

O segundo dia, além de relaxamento, foi dia de mais um jantar: fomos até o centrinho de Cortona para ir ao La Bucaccia, restaurante charmoso e com comida deliciosa (se for, peça a sobremesa de Pistache!). Também precisa ser feita reserva para garantir seu lugar.

A Toscana é maravilhosa e ter vivido essa experiência só nos deixou com mais vontade em voltar. É um daqueles lugares encantadores….

O próximo destino foi Veneza! Mas fica para o próximo post!

Com carinho,