Quer começar a correr? Saiba como!

post: Alex Tomé

Frequentemente vemos em nossas redes sociais amigos, familiares e conhecidos participando de eventos esportivos. Aquela foto com a medalha na mão, corpo suado e um sorriso de quem acabou de realizar um sonho nos motiva a mudar de estilo de vida e também viver aquele momento de extrema felicidade. Então, em um dia ensolarado, você coloca sua roupa de praticar atividade física, veste o tênis de corrida, dirige até aquele lugar onde todo mundo corre e, ainda dentro do carro, já se sente mais saudável. Planeja começar de maneira conservadora e “dar uma corridinha” de 30 minutos. Local perfeito, temperatura ideal, roupa adequada e você começa seu treino. Com dois minutos de corrida você está sem ar, com dor no corpo e acha que não nasceu para esse esporte. Se você já passou por isso (ou está passando agora) saiba que você é exatamente igual a todos os atletas amadores que acompanha nas redes sociais.

Se encontrássemos 100 pessoas aleatórias neste exato momento e pedíssemos que todas agrupassem-se em uma linha de largada e que fizessem a maior distância possível em 30 minutos eu tenho certeza que teríamos 100 resultados diferentes. Mas, por quê?

Genética, histórico esportivo, histórico alimentar, estresse, compromissos pessoais e familiares, prioridades, levar filho na escola, limpar a casa, terminar uma tarefa no trabalho, dar mais atenção aos amigos e cansaço são apenas alguns dos exemplos dos fatores que interferem no resultado das 100 pessoas do exemplo acima.

Comparações são cruéis e, também, muito comuns. Existe uma fábula que conta a história de uma professora que disse aos seus dois alunos: “Para que esse teste seja justo eu quero que vocês cumpram a mesma tarefa: subir em uma árvore.” O detalhe é que os alunos eram um macaco e um elefante. Foi o elefante incompetente ou a ele foi aplicada a tarefa errada?

Marcos e Maria nunca será um boa comparação. Marcos de ontem com o Marcos de amanhã, sim! Essa é uma forma de ver evolução e trará benefícios. Tendo isso em mente, a pergunta é: “Quem é você hoje em relação ao seu objetivo?”

Mesmo os grandes atletas amadores começaram suas jornadas de maneira não muito glamourosa. Ou você já viu alguém postando uma foto com a legenda “treino que eu não consegui completar”?

Talvez você precise começar a treinar para a sua maratona fazendo 3 caminhadas por semana. Um dia as caminhadas serão intercaladas com 1 minuto de trote leve, até você conseguir completar uma prova de 5km, ganhar confiança, mudar estilo de vida e, enfim, chegar à sua foto de maratonista, ou qualquer que seja seu objetivo.

Programas de treino pronto sempre serão arriscados e podem não se aplicar a você. Mesmo com tanta tecnologia, consultar um profissional continua sendo a melhor opção.

Semana que vem postaremos um texto com algumas dicas de como atingir seus objetivos esportivos! Fique ligado!

Alex Tomé é educador físico formado pela UFSC, personal trainer, running coach, atleta amador e ultramaratonista. Atualmente estuda no Australian College of Sports and Fitness em Sydney, Austrália. Mais informações: contact@athlosonlinecoach.com e athlosonlinecoach.com